10 lugares para visitar no inverno em Malta

Malta vem sendo um dos lugares mais procurados para intercâmbio e os motivos são diversos. A beleza, o clima mais parecido com o do Brasil, o valor mais acessível dos cursos de inglês são pontos que mais chamam atenção da galera.

Obviamente, por se tratar de uma Ilha Paradisíaca, o verão de Malta é a época do ano mais cobiçada, porém nem todo mundo pode viajar neste período e acabam fechando seu intercâmbio durante o inverno.  Mas tudo bem pessoal, vou te contar que Malta é linda 365 dias por ano, sem tirar nem pôr rs

Vou fazer aqui um TOP 10 LUGARES IMPERDÍVEIS EM MALTA NO INVERNO

 

1) As 3 cidades: Vittoriosa, Senglea e Cospicua

 foto: reprodução

Envoltas pelas linhas de Cottonera  e Santa Margherita, as famosas 3 cidades  Vittoriosa , Senglea e Conspícua são o berço da história de Malta.

Vittoriosa foi o primeiro local onde se instalaram  os Cavaleiros de St. John ao chegar na Ilha. Com muitos palácios, igrejas , fortalezas e bastiões, as três cidades são ainda mais antigas do que Valletta.

 

St Lawrence church – Vittoriosa

Victory Square – Vittoriosa

 

Vittoriosa / Birgu

 

Andar por Vittoriosa é como voltar aos tempos antigos, cada ruazinha te remete uma sensação diferente. Lá também tem uma enorme concentração de Bares de Vinho, alguns próximos ao Grand Harbour Marina e outros escondidinhos, como o Del Borgo, que também é restaurante e não tem nenhuma vista, mas tem a sua arquitetura toda trabalhada no estilo  medieval.

 

 

Del Borgo – Vittoriosa

 

Grand Harbour Marina – Vittoriosa

Em Senglea , você poderá encontrar o Safe Haven Gardens, cartão postal da cidade:  Um jardim pênsil onde fica a Gardjola, uma guarita que possui em cada lado,  um olho,  uma orelha e um pelicano, que simbolizam a vigilância dos Cavaleiros contra os inimigos.

Gardjola – Seglea

As comunidades locais  celebram os dias santos e festas como em nenhum outro lugar nas ilhas . Os eventos mais espetaculares são as procissões de Páscoa, onde estátuas do Cristo são carregadas pelas ruas lotadas.

 

St Helen’s Gate – Cospicua

Do Maltês: Vittoriosa = Birgu,  Senglea = L’Isla e  Cospicua = Bormla.

 

2) Festas de Rua

Durante todo ano acontecem as festas para os padroeiros. As ruas, casas e igrejas são enfeitadas e iluminadas, muitos fogos são soltos, é lindo de se ver.

Aqui vão algumas datas:

 

 

 foto: reprodução

 Parish Church, em Zabbar, em meados de setembro acontece a festa da sua padroeira.

3)  Mosta Dome

Malta tem mais de 365 igrejas, mas algumas se destacam pela beleza e história.

 foto: reprodução

 Mosta Dome é uma igreja com a terceira maior cúpula da Europa,  perde somente para a Basílica de São Pedro no Vaticano e para Santa Sofia em Istambul.  Fica localizada em Mosta, uma das maiores cidades de Malta, com quase 20 mil habitantes.

 foto: reprodução

Foi nesta igreja que na segunda Guerra Mundial, durante uma missa com mais de 300 pessoas, iniciou-se um ataque e uma bomba atingiu a cúpula, rolou pelo chão da igreja e não explodiu. Algumas pessoas consideram o fato um milagre divino. Uma réplica da bomba está exposta na sacristia da igreja.

 foto: reprodução

 

4) Marsaxlokk  e a feira de domingo

 

Certamente você já viu alguma foto de Marsaxlokk ao pesquisar por Malta.  É uma cidade de pescadores ao sul da Ilha, famosa pelos inúmeros barquinhos coloridos, chamados luzzus, estacionados à beira do mar.

 

 

Todo domingo acontece uma feira que vende de um tudo, desde peixe, doce maltês até mala, sapato e roupa e os precinhos são tudo de bom.

 

 

 

 

 

 

O gostoso é fazer as comprinhas, almoçar um peixe fresquinho e depois dar um pulo na St. Peter’s Pool, mesmo no inverno, não dá pra perder um selfie com esse visu, né?

 

 

5) Popeye Village

Popeye Village tem atrações para o ano todo e especiais para cada estação. Algumas pessoas ficam encantadas, outras dizem que o parque não é tão bacana. O fato é que entrando ou não no parque o lugar é lindo e super encantador. No inverno, adultos pagam a entrada €10,50 e no verão €14,50. Mais infos aqui

 

 

6) Playmobil FunPark & Factory

 foto: reprodução

Se você é da minha época, certamente vai querer conhecer a fábrica da Playmobil em Malta. Não somente as crianças podem desfrutar do ambiente, como também os adultos podem fazer um passeio para conhecer a fábrica e ainda montar seu próprio bonequinho!

Caso visite a fábrica, eles pedem que você vá de sapatos baixos por razões de segurança. Para saber os horários e valores, acesse o site aqui

 

7) GĦAR DALAM Caverna e Museu

Ghar Dalam é o sitio arqueológico mais antigo de Malta, descoberto há 7.400 anos atrás e cujo nome significa “gruta da escuridão”.  È uma caverna com 144m de profundidade, mas é possível visitar apenas os 50 primeiros metros.

Nas camadas mais baixas, datadas com mais de 500 mil anos, foram encontrados ossos fósseis de diversos animais antigos como elefantes anões e hipopótamos. Acima desta camada, foram encontrados restos de cervos de 18 mil anos e nas camadas superiores, foram achadas as primeiras evidências de assentamento humano com mais de 10 mil anos.

 

 foto: reprodução 

Na entrada de Ghar Dalam fica o museu, onde estão guardados alguns ossos e utensílios encontrados na caverna.

Endereço:

Għar Dalam Road,
B’Buġia BBG 9014
Tel: +356 21 657 419

  • Como chegar lá: Pegue um ônibus para Birżebbuġa. Desembarque na parada chamada ‘Dalam’.

Horários de Abertura:

Segunda à Domingo: 09.00 – 17.00hrs
Última visita às 16.30hrs
Fechado em 24, 25 & 31 Dezembro, 1 Janeiro & Sexta-feira Santa

Tickets:

Adultos (18 – 59 anos): €5.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+60 anos), e Estudantes: €3.50
Crianças (6 – 11 anos): €2.50

 

8) A capital Valletta

 foto: reprodução

Não é a toa que Valletta é hoje considerada um patrimônio da UNESCO. É o lugar onde você vai respirar cultura.

Valletta é uma das cidades com mais atrações históricas do mundo , são mais de 300 monumentos. Cercada por fortalezas e muralhas, andar por Valletta te faz querer viver naqueles tempos antigos. É realmente, como sempre chamada, um museu a céu aberto.

O que fazer em Valletta:

   Visitar o jardim  Upper Barrakka Gardens para ver os tiros de canhão;

foto: Gianluca Barbanera

 √ Conhecer pelo menos um museu da cidade;

The Palace State Rooms

 foto: reprodução

O que vai encontrar:

  • O único conjunto completo e intacto das famosas tapeçarias Gobelins franceses do século 18 , intitulado ” Les Teintures des Indes “.
  • A galeria de retratos dos vários governantes da Ilha de Malta, que vão desde a vinda dos Cavaleiros de São João de Malta até hoje.
  • Pinturas barrocas do século 18 e o teto ilusionistas que reproduzem a pompa e grandiosidade das cortes aristocráticas da Europa .
  • Um espaço luxuoso com mais de 400 anos, que tem resistido as demandas políticas e gostos dos Cavaleiros da Ordem de São João, dos governadores britânicos e dos presidentes da República de Malta.

Endereço:

Grandmasters Palace,
Palace Square,
Valletta VLT 1191
Tel: +356 21 249 349

Horários de Abertura:

Segunda à Sexta entre 10.00 e 16.30hrs (última visita às 16.00hrs). Sábado e Domingo entre 09.00 e 16.30hrs (última visita às 16.00hrs).

Fechado nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, 1 Janeiro e Sexta-Feira Santa.

Tickets

Adultos (18 – 59 anos): €8.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+60 anos), Estudantes: €6.00
Crianças (6 – 11 years): €4.00

Além deste museu, você também pode visitar em Valletta:

 

National Museum of Archaeology

 

 Sleeping Lady – foto reprodução

 

 Venus of Malta – foto reprodução

O que vai encontrar:

  1. Exibição única de artefatos valiosos, como a Sleeping Lady, uma estátua pequena encontrada no Hipogeu Hal Saflieni, a Vênus de Malta e o pingente de Horus e Anubis .
  2. Serve como uma boa introdução à pré-história e história do início de Malta.
  3. Instalado em um dos edifícios barrocos mais elaboradamente decoradas em Valletta

 

Endereço:

Auberge de Provence,
Republic Street,
Valletta VLT 1112
Tel: +356 21 221 623

Horário de Abertura:

Janeiro e Fevereiro
Segunda a Domingo: 09.00 – 17.00hrs
Última Visita: 16.30hrs

Março até Dezembro
Segunda a Domingo: 09.00 – 18.00hrs
Última Visita: 17.30hrs

Fechado nos dias  24, 25 e 31 Dezembro, 1 Janeiro e Sexta-feira Santa

Tickets

Adultos (18 – 59 anos): €5.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+60 anos), Estudantes: €3.50
Crianças (6 -11 anos): €2.50

Visite Também:

• The Palace Armoury

• Fort St Elmo – National War Museum

• National Museum of Fine Arts

 

 √ Fazer o passeio da Casa Rocca Piccola, e ver como eram os túneis construídos nas casas  no período da Segunda Guerra. Se der sorte, o próprio Marquês de Piro, dono da casa, pode estar lá e fazer a visita guiada com você.

fotos: Casa Rocca Piccola

 

9)Mdina 

Mdina é um dos melhores exemplos de uma cidade antiga  e extraordinária na sua mistura de arquitetura medieval e barroca da Europa. Desempenhou um papel importante no passado de Malta e é uma das fontes principais do seu patrimônio cultural.

 

 foto: reprodução

Breve história:

Inicialmente os fenícios habitavam, a cidade até então chamada de então chamada Maleth, em 7000 a.C., e iniciaram a fortificação da cidade. Alguns séculos mais tarde, a cidade passou a ser habitada pelos romanos e chamada de Melita. Eles ampliaram as fronteiras da cidade e continuaram a construção das muralhas para a proteção do Palácio do Governador Romano. Em 870 d.C foi moradia dos árabes, que reduziram a cidade, construíram a fortificação que podemos ver até hoje e a elegeram como capital,  dando o atual nome de Mdina – em árabe significa “cidade murada”. Em 1091 d.C, foi tomada pelos normandos e em seguida pela Ordem dos Cavaleiros de S. João que  intitulou  Valletta a nova capital de Malta.

 

 foto: reprodução

 foto: reprodução

Mdina é a menor cidade de Malta, com menos de 300 habitantes e hoje é conhecida como Silent City. Você entenderá o apelido ao andar pelos seus labirintos de ruazinhas.

PS: Não deixe de comer o famoso bolo de chocolate no Fontanella

 

10)Templos Megalítico e o Hipogeu

Os Templos megalíticos de Malta são ao todo sete, presentes nas ilhas de Malta e Gozo.

Na ilha de Gozo, encontram-se dois templos em Ġgantija, que testemunham, pelas suas dimensões, o avanço técnico das populações. Na ilha de Malta, estão localizados os templos de Mnajdra, Hagar Qim,  Tarxien e os conjuntos de Ta’Hagrat e de Sqorba.

 

• ĠGANTIJA TEMPLES – Xagħra, Gozo

 

fotos: Heritage Malta

 

Os Templos Ggantija – derivado da palavra ġgant, que significa gigante –  são um dos sítios arqueológicos mais importantes nas ilhas de Malta e estão listados na Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. O local é composto por dois templos que datam entre 3600 e 3200 aC. Alguns dos megalíticos medem mais que cinco metros de comprimento e pesam mais de cinqüenta toneladas.

A pergunta que fica é, como os primitivos carregavam todo esse peso? Alguns dizem que eles usavam um plano inclinado e um sistema de alavancas, outros acreditam que as pedras grandes para os templos eram transportadas sobre bolas de pedras encontradas próximas ao local. Fica aí a dúvida, como nas pirâmides do Egito!



 

 

 

 

 

 

fotos: reprodução

 

Endereço:

John Otto Bayer Street,
Xagħra,
Gozo
Tel: +356 21 553 194

Horário de Abertura

Horário de Inverno – 1 de Outubro até 31 de Maio
Segunda a Domingo: 09.00 – 17.00hrs
Última visita às 16.30hrs

Horários de Verão- 1 de Junho até 30 de Setembro
Segunda a Domingo: 09.00-18.00hrs
Última visita às 17.30hrs

Fechado nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, 1 de Janeiro e Sexta-Feira Santa

Tickets

Adultos (18 – 59 anos): €9.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+ 60 anos) e Estudantes: €7.00
Crianças (6 – 11 years): €5.00

Tarifas acima incluem as entradas para  Ġgantija Temples e Ta’ Kola Windmill.

Adultos (18 – 59 anos): €6.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+ 60 anos) e Estudantes: €4.50
Crianças (6 – 11 anos): €3.00

Tarifas acima incluem as entradas para Ġgantija Temples entre 16.30 e 17.30hrs (horários de verão).

 

• Ħal Saflieni Hypogeum

O Hipogeu foi descoberto acidentalmente em 1902 por um pedreiro que estava construindo as fundações de algumas casas na ilha de Malta.

foto: reprodução

Quando encontrado o Hipogeu parecia apenas um simples lugar de sepulturas, mas após ser escavado, um templo subterrâneo nos mesmos moldes dos templos megalíticos foi surgindo, com decorações no teto, janelas, escadas…

foto: reprodução

Os arqueólogos acreditam que esses templos eram lugares de culto e que os primitivos adoravam  divindades relacionada à  fertilidade, considerando a enorme quantidade de estátuas de figuras femininas gordinhas, como a  Sleeping Lady, que hoje está exposta no museu de Valletta.

 

Endereço

Burial Street,
Paola PLA 1116
Tel: +356 21 805 019

Tickets

Adultos (18 – 59 anos): €30.00
Adolescentes (12 – 17 anos), Idosos (+60 anos) e Estudantes: €15.00
Crianças(6 – 11 anos): €12.00

Horário de Abertura

Segunda a Domingo à partir das 09.00 até 16.00hrs (último tour).

Oito tours são disponíveis por dia. Tickets para tours que iniciam ao meio dia e  às 16.00hrs estão disponíveis Apenas como  ‘ticket de último minuto’. Estes são vendidos um dia antes no National Museum of Fine Arts (Valletta) no  Gozo Museum of Archaeology (Citadel).

Não é permitido fotografar ou filmar no local.

 

Se ficou alguma dúvida deixe um comentário!

 

4 Comments

  1. http://Alessandra agosto 22, 2016 at 9:04 pm

    Oi Juliana!!! Entre o outono e o inverno é possível visitar a ilha de gozo e comino? Conhecer a Gruta azul ?


    1. setembro 4, 2016 at 5:19 am

      Oi Alessandra, tudo bem?
      É possível sim, desde que não seja um dia de chuva e muito vento! Vai ser difícil entrar na água, pois estará beeemm gelada!!
      Gozo é uma Ilha bem grande com vários lugares para conhecer! Se animar, vale passar um final de semana! =)


  2. http://Karen setembro 22, 2016 at 4:40 pm

    Oi Juliana! =)

    Novembro é muito frio em Malta ou dá para pegar uma praia?

    Obrigada,


    1. setembro 23, 2016 at 8:38 am

      Olá Karen,

      Novembro começa a esfriar, porém a temperatura ainda é amena. Friozão mesmo começa em dezembro. Segundo o site Holiday Weather A temperatura média é de 17 graus e a temperatura do mar é de 22 graus. Pegar uma prainha vai da sua coragem hehe


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *